Empresas do condomínio FazGran se unem para aumentar a segurança pública de Jundiaí e região através do Programa Detecta

Data: 02/04/2019

Empresas do condomínio FazGran se unem para aumentar a segurança pública de Jundiaí e região

Empresas do condomínio FazGran se unem para aumentar a segurança pública de Jundiaí e região

Na última sexta-feira, 29 de março, ocorreu um importante encontro nas instalações da HellermannTyton com a participação de 11 empresas instaladas no condomínio FazGran em Jundiaí, do qual a HellermannTyton faz parte, representantes da ACE Jundiaí, o diretor de Segurança Aloysio Nunes e o capitão PM Tavares, comandante da 2ª Companhia do 11º BPM/I, responsável pelo policiamento do vetor Oeste.

Esse encontro teve como objetivo a apresentação do Programa Detecta, que consiste em um sistema de monitoramento inteligente realizado através de câmeras instaladas em pontos estratégicos, permitindo que as forças de Segurança Pública (Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, Polícia Militar Rodoviária) recebam, em tempo real, os dados de veículos que transitam nos locais onde essas câmeras estão instaladas, tornando possível a identificação, de forma imediata, dos carros com registro de roubo, furto ou envolvimento em outros crimes que estejam circulando pela região

"Esse encontro realizado na HellermannTyton faz parte de um projeto do CIESP Jundiai, em parceria com a ACE e a Polícia Militar, para a expansão do Programa nas regiões industriais de Jundiaí e região. Essa iniciativa conta, também, com o apoio da Prefeitura Municipal de Jundiaí, por meio da Guarda Municipal e do Gabinete de Gestão Integrada Municipal – o GGIM”, destacou Aloysio.

 

Como funciona o Programa Detecta

Detecta é um sistema de monitoramento inteligente implantado pelo Governo do Estado de São Paulo composto pelo monitoramento através do uso de câmeras, combinado com o o maior banco de dados de informações policiais da América Latina, integrado ao sistema os bancos de dados das polícias civil e militar, do Registro Digital de Ocorrências (RDO), Instituto de Identificação (IIRGD), Sistema Operacional da Polícia Militar (SIOPM-190), Sistema de Fotos Criminais (Fotocrim), além de dados de veículos e da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do Detran.

As câmeras são instaladas em locais estratégicos como, por exemplo, próximas às rodovias e vias com grande tráfego. “Por meio de softwares, elas conseguem fazer a consulta on-line aos bancos de dados policiais, com os cadastros de veículos em situação irregular. Assim, o sistema consegue registrar a passagem dos veículos que transitem nessa situação”, explicou Aloysio. De acordo com ele, essa informação é imediatamente transmitida para as viaturas policiais que estejam nas imediações. “Essa dinâmica permite a abordagem e prisão das pessoas envolvidas ou o acompanhamento dos trajetos feitos pelo veículo para investigação de crimes mais graves”, completou.

O Detecta foi anunciado em 2014 como meio multiplataforma de monitoramento e prevenção ao crime. Empresas e cidadãos podem ajudar a custear o programa com a aquisição, instalação e manutenção de câmeras a preços acessíveis.

Todas as 11 empresas que estiveram presentes no encontro ficaram muito impressionadas e interessadas em aderir ao Programa através das instalações das câmeras de monitoramento em suas plantas.

Permaneça em contato conosco!


Atualizar: 16/06/2019 © HellermannTyton 2019
Contato